Quem Somos

O CENTRO DE ESTUDOS DE BIOÉTICA


O Centro de Estudos de Bioética (CEB) é um centro de reflexão, pluridisciplinar e independente, sobre as implicações éticas que o progresso biotecnológico suscita, tendo sido formalmente instituído em Dezembro de 1988, em Coimbra, por iniciativa do então Presidente, Jorge Biscaia (1928-2014). O principal objetivo é o de promover, na sociedade em geral, a formação de uma consciência bioética, isto é, de intensificar a preocupação acerca das diversas modalidades de ação perante o crescente poder humano de artificialização da vida, no sentido de preservar a integridade da vida e a dignidade do homem. Para o efeito, organiza reuniões de reflexão restritas a sócios, colóquios alargados à sociedade e publicações.

A atividade do CEB depressa se expandiu, justificando a criação de núcleos regionais que, localmente, de forma mais direcionada e próxima, desenvolvessem os objetivos gerais do CEB. O primeiro a ser criado foi o dos Açores, a que se seguiram o de Évora, Braga, Lisboa, Porto e Madeira. Mais recentemente foram criados os Pólos de Viseu, Aveiro e Vila Real.

Estatutos do CEB
Centro de Estudos de Bioética



O PÓLO AÇORES


O Pólo do Centro de Estudos de Bioética foi o primeiro núcleo regional do CEB, por iniciativa de Maria do Céu Patrão Neves e com a empenhada colaboração de Victor Santos e de Rui Mendonça.

O CEB – Pólo Açores foi oficialmente criado e publicamente apresentado aquando da realização do primeiro colóquio de bioética, organizado em Ponta Delgada, em março de 1995, dedicado ao tema Bioética e Diagnóstico Pré-natal.

Em setembro de 2006 foi criado o website do CEB – Pólo Açores, disponibilizando-se assim, a um público alargado, o conhecimento do primeiro núcleo de expansão - Pólo Açores - da primeira instituição portuguesa dedicada à bioética – o Centro de Estudos de Bioética –, através da sua história, dos seus membros responsáveis, das atividades desenvolvidas, das publicações produzidas.


Nas Sete Cidades, Açores, por ocasião do Encontro Bioética e
Diagnóstico Pré-natal, em 1995. Coleção de M. Patrão Neves.